Arquivo da tag: Repórter do Futuro

“Repórter do futuro” tem inscrições abertas para curso de cobertura de conflitos armados

 

Oboré

Insira uma legenda

 

*Patrícia Paixão

Foto: Oboré/Repórter do Futuro

Este é um curso que eu RECOMENDO MUITO E SEMPRE a todos estudantes de Jornalismo. Trata-se  do 17º Curso de Informação sobre Jornalismo em Situações de Conflitos Armados e Outras situações de Violência, que faz parte do projeto “Repórter do Futuro”,  realizado pela OBORÉ em parceria com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha – (CICV) e Instituto de Pesquisa, Formação e Difusão em Políticas Públicas e Sociais – IPFD. O curso conta com o  apoio da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo – Abraji.

Tenho diversos alunos que fizeram este curso e hoje estão bem colocados, em grandes redações, brilhando na área.

O curso é excelente, pois faz o estudante viver o ritmo de uma redação, tendo que entregar e emplacar reportagens em veículos reais toda semana.

Os alunos recebem críticas valiosas sobre seus textos e participam de coletivas com fontes renomadas. Imperdível!

As inscrições (clique aqui para se inscrever) estão abertas até o dia 16 de julho de 2018.  Os estudantes selecionados participarão das palestras / entrevistas coletivas entre os dias 29 de julho e 26 de agosto, sempre aos sábados, com coordenação do jornalista Aldo Quiroga.

“A atividade reúne, desde 2001, juristas, militares, policiais e jornalistas para tratar sobre normas internacionais aplicáveis em situações de conflito armado e outras situações de violência e sobre o trabalho da imprensa nestes contextos, além de apresentar o perfil da ação humanitária do CICV em mais de 80 países”, destaca a nota sobre o curso, divulgada pela Oboré.

Neste ano, os conferencistas serão o assessor jurídico do CICV, Gabriel Valladares, e o responsável do Programa com as Forças Policiais e de Segurança do CICV, Paulo Roberto B. Oliveira. Também haverá um encontro sobre a cobertura da imprensa brasileira de conflitos armados com os repórteres Patrícia Campos Mello e Lalo de Almeida, ambos da Folha de S. Paulo.

Ao todo, serão selecionados 20 participantes, estudantes universitários de graduação na área de Comunicação Social que tenham interesse nesse tema.

A seleção será realizada no sábado, 21 de julho, às 10h, durante encontro de confraternização com a presença do chefe adjunto da delegação regional do CICV, Filipe Carvalho. Os candidatos realizarão um teste de seleção que visa avaliar o perfil dos interessados e identificar quais poderão ter melhor aproveitamento do módulo.

MAIS INFORMAÇÕES FORNECIDAS PELA OBORÉ:

Metodologia

A estrutura do curso mantém o modelo adotado no Projeto Repórter do Futuro desde a sua criação em 1994: a cada encontro, realizado aos sábados, os 20 estudantes selecionados assistem a uma palestra de cerca de 40 minutos com um convidado e participam de conferência de imprensa. Ao final de cada encontro, produzem uma pequena reportagem e são orientados individualmente nesta produção.

A Reembolsa

No ato da matrícula, os estudantes selecionados deverão entregar um cheque no valor de um salário mínimo (hoje em R$ 937,00) e assinar um pacto de reembolsa. De acordo com as regras do curso, o cheque não será descontado se o estudante: 1. Participar de todos os encontros; 2. Redigir um texto jornalístico ao final de cada encontro; 3. Agendar e comparecer a um atendimento individual com a coordenação pedagógica do curso; 4. Publicar um texto sobre o tema em veículo com editor responsável. O aluno que cumprir todos esses critérios receberá o cheque de volta (Reembolsa) ao final do módulo, após o encerramento e a entrega dos certificados.

Sobre o CICV

No mundo todo, o CICV promove cursos, seminários e palestras como forma de aumentar o conhecimento e o respeito às internacionais que regem a condução de hostilidades, e também de apresentar o perfil neutro, imparcial e independente de sua ação humanitária em favor das vítimas dos conflitos armados e de outras situações de violência. No Brasil, onde a organização mantém presença permanente deste 1991, este trabalho é feito com membros das Forças Armadas, policiais, autoridades, acadêmicos e jornalistas, entre outros.

Programação

Encontro de Confraternização e Seleção
21 de julho, 10h00
Local: Auditório Vladimir Herzog do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo
Rua Rego Freitas, 530 – sobreloja – Vila Buarque, São Paulo – SP
Apresentação de Filipe Carvalho, chefe adjunto da delegação regional do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV)

04 de agosto | 9h às 12h e das 13h às 16h
Introdução ao direito aplicável nos conflitos armados
Gabriel Valladares, assessor jurídico do CICV

11 de agosto | 9h às 13h
Normas internacionais aplicáveis à função policial no uso da força e de armas de fogo
Paulo Roberto B. Oliveira, responsável técnico do Programa com as Forças Policiais e de Segurança do CICV

18 de agosto | 9h às 13h
Cobertura da imprensa brasileira de conflitos armados e outras situações de violência
Patrícia Campos Mello e Lalo de Almeida, repórteres do jornal Folha de S. Paulo

15  de setembro | 10h30 às 14h
Encontro de avaliação e entrega de certificado

Inscrições online: Até 16 de julho de 2018
Encontro de Confraternização e Seleção: 21 de julho
Curso: 4 de agosto a 15 de setembro de 2018 (aos sábados)

Promoção: Comitê Internacional da Cruz Vermelha – CICV | OBORÉ Projetos Especiais | Instituto de Pesquisa, Formação e Difusão em Políticas Públicas e Sociais – IPFD

Apoio: Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo – Abraji

OBORÉ Projetos Especiais
Tel: (11) 2847.4567
reporterdofuturo@obore.com
www.obore.com

Facebook: https://www.facebook.com/oboreprojetos/

Instagran: @_obore

Twitter: @reporterfuturo

“Projeto Repórter do Futuro”: inscrições para o próximo módulo vão até 30/09

Repórter do futuro

*Patrícia Paixão

Atenção, alunada virtual!

Vai começar mais um módulo imperdível do “Projeto Repórter do Futuro”, promovido pela Conectas em parceria com a OBORÉ, a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) e o Sinpro-SP (Sindicato dos Professores de São Paulo).

Trata-se do 2º Curso de Informação sobre Jornalismo e Direitos Humanos, com coordenação pedagógica do jornalista João Paulo Charleaux.

Pra quem não conhece, o Repórter do Futuro é um PROJETO MARAVILHOSO que, além de enriquecer a formação do estudante de jornalismo, com conteúdos pertinentes ao momento em que vivemos, oferece a oportunidade de o aluno gerar portfólio (o que é fundamental na hora de conseguir um estágio), já que, ao longo do curso, ele precisa fazer diversas matérias e emplacá-las em veículos jornalísticos.

Os encontros do projeto são feitos aos sábados e respeitam a seguinte rotina, de acordo com os organizadores do evento: “30 minutos de reunião de pauta entre os alunos e o coordenador pedagógico; uma hora de palestra com os especialistas, seguida de uma hora de entrevista coletiva; e, por fim, 30 minutos para um balanço sobre a dinâmica do dia, novamente entre o coordenador e os estudantes. Na sequência, os alunos devem redigir um texto noticioso sobre o tema do encontro.”

Os alunos selecionados participarão de palestras e entrevistas coletivas com especialistas ao longo dos meses de outubro e novembro de 2015, debatendo e cobrindo questões como:

 

*Como é a realidade das prisões brasileiras?

*Qual é a importância das Nações Unidas e da OEA (Organização dos Estados Americanos) para os direitos humanos e como o Estado brasileiro reage a denúncias de violações nestes órgãos?

*Qual é o tamanho do fluxo de migrantes e refugiados no Brasil e como são as leis que os regulam? 

*Por que os medicamentos essenciais para a saúde são tão caros? ​E, sobretudo, qual o papel do jornalismo nisso tudo?

Muito legal, não é mesmo?

Mas atenção: é preciso passar por um processo seletivo, pois a concorrência é grande (o curso é aberto a estudantes de todo o país) e há apenas 20 vagas. Nada impossível, mas é bom se empenhar para conseguir garantir a sua vaga.

Em edições anteriores, quatro alunos meus da FAPSP (Eduardo Rodrigues, Amanda Rebouças, Beatriz Santos e Karine Seimoha) foram selecionados e participaram do projeto. É claro que a pessoa aqui ficou explodindo de orgulho ❤

Todas as atividades do curso, com exceção do encontro de seleção e da oficina sobre metodologias de estudo, serão realizadas na sede da Conectas (Av. Paulista, 575 – 19º andar).

As inscrições devem ser feitas até 30/09. Clique aqui para garantir a sua.

Não perca essa chance perfeita de dar um up no seu currículo! #recomendomuito

 

PROGRAMAÇÃO GERAL DO CURSO:

03/10, 9h às 13h | Encontro de seleção
Qual o papel do jornalista hoje na cobertura de direitos humanos?
Jessica Carvalho Morris, diretora Executiva da Conectas
Local: Matilha Cultural – Rua Rego Freitas, 542 – São Paulo/SP

17/10 | 9h às 14h
Jornalismo como bem público

Manuel Carlos Chaparro, jornalista (quatro vezes vencedor do Prêmio Esso), professor aposentado e um dos responsáveis pelas Novas Diretrizes Curriculares do Curso de Jornalismo

24/10 | 9h às 14h
Qual o papel do Brasil na ONU e na OEA?

Laura Waisbish, assessora de Política Externa da Conectas

7/11 | 9h às 14h
Raio-x do sistema prisional brasileiro: uma fonte inesgotável de violações e de pautas

Rafael Custódio, coordenador de Justiça da Conectas

14/11 | 9h às 13h
Migrações e refúgio no Brasil

Camila Asano, coordenadora de Política Externa da Conectas

14/11 | 14h às 17h
Metodologias de estudo

Ausonia Donato, educadora especializada em psicologia da educação
Local: Intercom – Av. Brigadeiro Luis Antonio, 2050 – São Paulo/SP

28/11 | 9h às 14h
Propriedade intelectual e acesso a medicamentos

Marcela Vieira, coordenadora do GTPI (Grupo de Trabalho sobre Propriedade Intelectual)

5/12 | 9h às 13h
Encerramento

MAIS INFORMAÇÕES:
OBORÉ PROJETOS ESPECIAIS
reporterdofuturo@obore.com
11 2847.4567

www.obore.com

Fonte: Com informações da Oboré

Imagem: Divulgação/Oboré