Arquivo da tag: Gravador de voz

Mandamentos importantes no uso do gravador de voz ou “não dê chance para o capeta”(rs)

smartphone-431230_1920

Gravar apenas com o celular pode ser arriscado/Crédito: Pixabay

*Por Patrícia Paixão

São recorrentes em sala de aula os casos de alunos que me procuram para lamentar uma entrevista perdida pelo mau uso ou por uma pane no gravador de voz.

E se há uma situação constrangedora, MUUUITO CONSTRANGEDORA, é ter que ligar para aquele entrevistado super ocupado e renomado, com o qual você usou todos os argumentos possíveis para conseguir um horário, e dizer: “Perdi a entrevista que fiz contigo. Você pode me conceder outra?”

Não!!!!!!!! Que vergonha alheia esse tipo de situação!! E é chato com todos os tipos de entrevistado, e não só com os famosos.

Das duas uma: ou o entrevistado se negará a conceder outra entrevista ou, se for muito bonzinho e quiser te ajudar, concederá a entrevista, mas não com a mesma empolgação e com os detalhes ditos na primeira vez em que conversou contigo.

Com base nos erros mais frequentes cometidos por aqueles que perdem a entrevista, preparei CINCO MANDAMENTOS IMPORTANTES NO USO DO GRAVADOR DE VOZ.

São básicos, são óbvios, mas ainda assim (pasme!) muitas vezes não são seguidos.

Vamos a eles:

1 –   Não gravarás apenas com o celular. Use preferencialmente o gravador de voz digital e, se conseguir, mantenha os dois gravando ao mesmo tempo (o gravador e o celular). Muitos alunos procuram-me lamentando-se de que estavam gravando apenas com o celular e, de repente, a bateria do aparelho acabou e não conseguiram terminar a entrevista. No caso da gravação pelo celular, lembre-se de manter o aparelho no modo “Não perturbe”, para evitar que pessoas te liguem ou mandem mensagem no momento da entrevista, interrompendo a gravação. Algumas baterias de celulares ficam fracas muito rapidamente com o uso de recursos multimídia. Esteja atento a isso. Gravar apenas com o celular é sempre um risco;

2 –   Verificarás se as pilhas do gravador estão em bom estado. Isso para que o aparelho não pare de funcionar durante a entrevista, por conta de pilha fraca. Não confie nas pilhas que já estavam dentro do gravador, troque-as por novas sempre antes de cada entrevista;

3 – Olharás para o gravador a cada cinco minutos (durante a entrevista), para ver se ele permanece gravando. Sim, coisas “sobrenaturais” acontecem como capetas que desligam o gravador do nada, sem que você perceba (rs). Já aconteceu comigo. Acredite!

4 – Não comprarás o gravador no dia da entrevista, tampouco o testarás minutos antes de se encontrar com o entrevistado. A chance de não saber mexer adequadamente no aparelho a tempo de fazer a entrevista é grande. Não dê chance para o azar. Seja prevenido comprando o aparelho bem antes e fazendo diferentes testes nele;

5 –   Assim que terminar a entrevista, salvarás o arquivo no seu computador e em um pen drive (por segurança), e retirarás as pilhas do gravador, para evitar que ele seja acionado sem querer na bolsa, e apague o conteúdo gravado. De novo: coisas “sobrenaturais” acontecem naquele dia em que você está com a sorte a seu favor…

Siga as dicas e, assim, terá sua estimada entrevista em total segurança 🙂