Arquivo da tag: Adriana Carranca

Para Adriana Carranca, é possível descobrir belas histórias em meio à dor e à destruição

Adriana2

*Emily Santos e Kaique Dalapola

A Semana de Comunicação da Faculdade do Povo de São Paulo (FAPSP) recebeu, em 05/10, a jornalista Adriana Carranca, repórter especial do jornal O Estado de S.Paulo e colunista do caderno ‘Internacional’ de O Globo. A profissional, que é reconhecida por suas coberturas humanitárias em zonas de conflito, em países como Irã, Iraque, Paquistão, Egito e Afeganistão, presenciou uma explosão na Síria, há cerca de duas semanas. O prédio em que ela estava foi alvejado. Diversas pessoas morreram.

Antes de palestrar sobre esta e outras experiências de sua carreira, Adriana recebeu uma homenagem organizada pelos alunos da Agência Experimental de Comunicação Integrada da FAPSP, a “Ligados”. Todos os anos, a Semana de Comunicação da faculdade homenageia um profissional de destaque na área e, desta vez, Adriana foi a escolhida. “O grande objetivo do jornalista é emocionar, e vocês conseguiram isso com essa linda homenagem”, disse a repórter, visivelmente sensibilizada, após assistir ao vídeo produzido pelos alunos.

Confira abaixo a homenagem que os alunos da FAPSP fizeram à Adriana, para conhecer melhor a trajetória da jornalista:

 

Adriana falou sobre os bastidores de suas principais reportagens. Destacou que, desde o início de sua carreira – mesmo quando escrevia para revistas como Cláudia, Nova, Capricho e Marie Claire -, busca tratar as pautas com um olhar humanitário e que, mesmo inconscientemente, acaba abordando os assuntos mais sob o ponto de vista feminino. Ela citou como exemplos as reportagens sobre divórcio e gravidez prematura, que fez no início de sua trajetória na imprensa, e trabalhos mais encorpados, como seus livros O Irã Sob o Chador: duas brasileiras no país dos aiatolás, que escreveu em parceria com a colega Márcia Camargos, e Malala, que conta a história da menina paquistanesa que quase foi morta pelo Talibã por defender seu direito de ir à escola.

A jornalista lamentou o fato de a cobertura sobre os países do Oriente Médio, da África e da Ásia, feita pelas grandes agências de notícias internacionais, ser muitas vezes estereotipada. Ela ressaltou que as populações presentes em zonas de conflito só começam a receber atenção da mídia quando atingem os objetivos ocidentais. “Veja a questão dos refugiados sírios, por exemplo. Isso só vem sendo bastante noticiado, porque essas pessoas estão indo para os países europeus. Por isso a Europa está preocupada”, explicou.

A jornalista disse que procura mostrar em suas matérias e em seus livros os fatos do ponto de vista dos personagens que os presenciaram. Para ela, é possível descobrir belas histórias, mesmo em meio à dor e à destruição.

A repórter, porém, fez um alerta sobre os riscos da cobertura nessas regiões, ao falar sobre a sua última visita à Síria: “Não recomendo a ninguém ir à Síria. O território é volátil, não conseguimos controlar nada em relação à segurança. Eu fui, mas fui com extremo cuidado. Cada passo foi estrategicamente pensado e planejado e, mesmo assim, presenciamos a explosão no prédio em que estávamos”, contou.

Depois de palestrar e responder às questões do público, Adriana realizou uma sessão de autógrafos do livro Malala. A Semana de Comunicação da FAPSP foi encerrada na última sexta-feira, 9.

*Emily e Kaique são meus alunos do curso de Jornalismo da FAPSP. O texto deles também foi publicado pelo portal Comunique-se.

Semana de Comunicação da FAPSP prestará homenagem à jornalista Adriana Carranca

*Patrícia Paixão

Atenção, queridos focas!!!!!!!!!

Reservem as manhãs e noites da próxima semana (de 05 a 09/10) para participar de palestras incríveis, com feras do nosso jornalismo, na FAPSP, faculdade de comunicação (onde sou professora e coordenadora), localizada no centro de São Paulo.

A edição 2015 da nossa Semana de Comunicação está com uma programação imperdível, que te oferecerá valiosas horas de atividade complementar e muita coisa legal pra colocar no currículo.

Uma delas será a homenagem que faremos à jornalista Adriana Carranca, na noite do dia 05/10 (segunda-feira), a partir das 19h. Repórter especial do jornal O Estado de S.Paulo e colunista do jornal O Globo, Adriana é reconhecida pela cobertura humanista que faz de zonas de conflito.

Além de Adriana, participarão da semana da FAPSP os jornalistas Gabriel Toueg (que foi editor de Internacional do portal do Estadão, editor de Mundo no Metro Jornal e correspondente internacional freelancer no Oriente Médio); Fausto Salvadori Filho (jornalista do coletivo Ponte, que recebeu menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog de 2013, pela reportagem “Em busca da verdade”, feita para a revista Apartes); Marília Ruiz (jornalista e comentarista esportiva, com passagem por diferentes veículos, como Folha de S.Paulo, Rede TV, CNT, Record, Band e Bandnews FM); Guilherme Prado (ex-assessor de imprensa do São Caetano, do Palmeiras e do Corinthians); Anderson Scardoelli (editor do portal Comunique-se) e César Camasão (secretário de redação do jornal Agora São Paulo).

Palestrarão ainda profissionais de destaque na área de comunicação, em geral, como Magali Cunha, professora do programa de Pós-Graduação da Universidade Metodista de São Paulo; José Eduardo Balian e Letícia Menegon, representantes da Incubadora de Negócios da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing); e o publicitário Adriano Batista Rodrigues (diretor da Doka Comunicação e professor da Faculdade Cásper Líbero).

Também haverá mesas-redondas sobre temas de interesse de todos os estudantes. Por exemplo, o painel sobre o curta-metragem “Vista minha pele” (a respeito do preconceito racial), com os debatedores Juninho (Joselício Jr., líder do Movimento Negro e membro do “Círculo Palmarino”) e a jornalista Cíntia Gomes, da rádio CBN.

No encerramento, na noite de 09/10 (sexta-feira), realizaremos nossa premiação interna, homenageando os melhores Trabalhos de Conclusão de Curso e Projetos Integrados realizados pelos estudantes das nossas três graduações: Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Rádio, TV e Internet.

Para participar do evento e conhecer os detalhes da programação de cada dia, basta ligar para o número (11) 3355-4040, das 9h às 18h.

SERVIÇO

Semana de Comunicação da FAPSP Edição 2015

Quando: de 05 a 09/10

Horário: pela manhã (das 8h às 12h) e à noite (das 19h às 22h)

Onde: Rua Barão de Itapetininga, nº 163, 1º andar, centro de São Paulo (próximo ao metrô República).

Número para inscrição e detalhes da programação: (11) 3355-4040

Oficina de Jornalismo sobre ajuda humanitária poderá ser acompanhada em tempo real

Oficina

*Patrícia Paixão

ATENÇÃO, ATENÇÃO! Mais um evento imperdível que todo estudante de jornalismo deve acompanhar. Será realizada nos dias 12, 19 e 26/09 e  03 e 10/10 (aos sábados) a 2ª edição da Oficina de Jornalismo “Ajuda Humanitária em Pauta”, organizada pela organização Médicos Sem Fronteiras.

Entre as palestrantes da oficina estão as jornalistas Ana Paula Padrão, da TV Bandeirantes, e Adriana Carranca, articulista dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo (uma das entrevistadas no nosso livro Mestres da Reportagem).

Ana Paula Padrão falará sobre os desafios de cobrir o ebola, uma epidemia letal.

Adriana Carranca fará um relato sobre a cobertura da crise do Sudão do Sul, que provocou a fuga de centenas de pessoas para países vizinhos.

O evento também contará com palestrantes da Médicos Sem Fronteiras e outras organizações humanitárias.

Todo mundo que conhece e ama o jornalismo sabe que esse tipo de evento atende a verdadeira vocação da nossa carreira.

A oficina acontecerá no Rio, mas estudantes de todo o país poderão acompanhá-la em tempo real, pela internet neste link. Não dá pra perder!

Clique aqui para conferir a programação completa.

Fonte: Com informações da Médicos Sem Fronteiras

Imagem: Ikram N´gadi/Divulgação/Médicos Sem Fronteiras

 

 

Drauzio Varella entrevista a repórter Adriana Carranca (hoje – 24/08)

Adriana

Segunda (24/08), o “Dia Oficial dos Eventos Maravilhosos de Jornalismo”.

Além do início da 2ª edição da Semana da “Jornalismo Júnior” na USP, que destacamos em outro post, acontece logo mais, às 19h30, na Livraria Cultura do shopping Bourbon, uma entrevista que o Dr. Drauzio Varella fará com a repórter Adriana Carranca, uma das entrevistadas no nosso livro Mestres da Reportagem.

Imperdível! Uma fera entrevistando a outra 🙂

Você aluno de jornalismo que estuda no período matutino: agarre essa oportunidade! A entrada é franca!

O shopping Bourbon está localizado à rua Turiassu, número 2.100.

Perfil da Adriana Carranca

Adriana2

Adriana Carranca se destaca pelas coberturas que fez em países do Oriente Médio, do norte da África e de parte da Ásia, em especial suas reportagens focadas no Irã e no Afeganistão, que resultaram nos livros O Irã sob o chador – Duas brasileiras no país dos aiatolás (Editora Globo, 2010), em parceria com a colega Marcia Camargos, e O Afeganistão depois do Talibã (Civilização Brasileira, 2011).

A jornalista, que é formada pela Universidade Católica de Santos (UniSantos/SP) e tem mestrado em Políticas Sociais e Desenvolvimento pela London School of Economics and Political Science (Escola de Economia e Ciência Política de Londres), produz suas matérias com um viés humanista, procurando mostrar os dramas e os dilemas dos povos que vivem em nações que são alvo de guerra.

Para Adriana, “as pessoas precisam olhar para os países em situação de conflito de maneira mais humana, tolerante e solidária”.

Ela também é autora do livro “Malala: a menina que queria ir para a escola”.

Imagem 1: Divulgada nos perfis do Face da repórter Adriana Carranca e do Dr. Drauzio Varella

Imagem 2: Cedida por Adriana Carranca para o livro Mestres da Reportagem.